PrevSIAS
Espaço do Participante
Contato

News Categories: Destaques

24 nov
By: Blog SIAS 0

A Gente não Para, mas Imagina na Copa?

A Equipe de Relacionamento Unimed-Rio vai trabalhar em Home Office todos os dias de jogos do Brasil, na copa. Fique ligado e confira os nossos horários aqui:

  • Nos dias de jogos às 13h vamos parar 30 minutos antes do jogo e voltamos 30 minutos após o final da partida.
  • Nos dias de jogos às 16h, nosso expediente encerrará 15h.

 

Rumo ao Hexa!

Leia Mais
09 ago
By: Blog SIAS 0

SIAS recebe Selo de Engajamento da Abrapp

Foi concedido à Sociedade Ibgeana de Assistência e Seguridade – SIAS o Selo de Engajamento Abrapp 2021, cujo programa tem o objetivo de incentivar o maior engajamento dos colaboradores e equipes para enfrentar os desafios impostos pelo cenário atual de mudanças aceleradas.
O Selo de Engajamento é um programa que nasceu neste ano por iniciativa do Comitê de Gestão de Pessoas da Associação Brasileira das Entidades Fechadas de Previdência Complementar – Abrapp e representa o reconhecimento aos esforços da SIAS em proporcionar um ambiente colaborativo e de cooperação mútua.
O Instituto Ibero Brasileiro de Relacionamento com o Cliente – IBRC, organização que participa do programa da ABRAPP ficou responsável pela análise e atribuição das notas e ainda pela elaboração do diagnóstico com o diagnóstico dos pontos fortes e dos pontos que as entidades participantes do programa, devem melhorar.

Certificado de Engajamento 2021

Leia Mais
09 ago
By: Blog SIAS 0

SIAS Notícias Edição Especial

Na edição especial da SIAS Notícias falamos um pouco sobre a história da SIAS, atuando no segmento de previdência complementar desde 1979.
Apresentamos os Planos Previdenciários PrevSIAS, RJU e CLT (fechado para novas adesões) e a estrutura organizacional da Entidade. No SIAS em Números, você poderá conferir o quantitativo de participantes e assistidos, de beneficiários por serviços, o valor dos benefícios pagos nos últimos 10 anos e o patrimônio dos planos.
Além disso, apresentamos em mais detalhes o PrevSIAS, que é um plano de previdência exclusivo para servidores e ex-servidores do IBGE (efetivos e temporários), empregados e ex-empregados da SIAS, e seus respectivos familiares.
Conheça também um pouco sobre os diversos serviços que a SIAS disponibiliza para seus participantes, assistidos e grupos familiares, como Planos MédicoHospitalares, Plano Odontológico, Emergências Médicas e diversos tipos de seguros.

Acesse aqui e boa leitura!

Leia Mais
04 ago
By: Blog SIAS 0

O Censo 2022 já começou!

O IBGE iniciou nesta segunda-feira, dia 1º, a coleta domiciliar do Censo 2022.

Nos próximos 3 meses, os recenseadores visitarão 75 milhões de domicílios. A estimativa é de que sejam contadas cerca de 215 milhões de pessoas.

O Censo brasileiro é uma das maiores operações censitárias do mundo. Cerca de 183 mil recenseadores irão de porta em porta em todos os 5.570 municípios do país.

Saiba mais: https://bit.ly/LancCenso22

Ao todo, são 452.246 setores censitários urbanos e rurais, 5.972 localidades quilombolas, 624 terras indígenas, 11.400 aglomerados subnormais e 5.778 grupamentos indígenas.

Há dois tipos de questionário: o básico, com 26 quesitos, leva em torno de 5 minutos para ser respondido. Já o questionário ampliado, com 77 perguntas e respondido por cerca de 11% dos domicílios, leva cerca de 16 minutos.

Além da coleta presencial e do autopreenchimento pela internet, será possível responder ao Censo também pelo telefone.

Todas as informações coletadas são confidenciais, protegidas por sigilo e usadas exclusivamente para fins estatísticos.

Os recenseadores estarão sempre uniformizados, com o colete do IBGE, boné do Censo, crachá de identificação e o DMC (Dispositivo Móvel de Coleta). É possível confirmar a identidade deles no site Respondendo ao IBGE ou pelo telefone 0800 721 8181.

Fonte: IBGE

Leia Mais
04 ago
By: Blog SIAS 0

Agosto Lilás: Combate à violência doméstica contra a mulher

O ‘Agosto Lilás’ é uma campanha instituída por lei para enfrentamento à violência doméstica contra a mulher. O objetivo é intensificar a divulgação da Lei Maria da Penha. No entanto, atualmente, o desafio é a falta de confiança na efetividade da legislação que, muitas vezes, impede a mulher de denunciar o agressor, conforme as especialistas ouvidas pelo g1.

A psicóloga Vastir Maciel e a defensora pública Rosana Leite fazem parte dessa rede de proteção e ajuda às mulheres. As duas citam que o principal desafio quanto às denúncias tem relação com a forma prática da lei.

Vastir atende mulheres que sofrem ou vivenciaram algum tipo de violência doméstica, assim como, os agressores. Segundo a psicóloga, tudo gira em torno de um princípio, que é a educação.

“Há uma cultura que dá o direito ao homem de se sentir dono da mulher. É a partir desse entendimento que surgem os grandes conflitos. O patriarcado sempre ensinou aos homens que eles nasceram com esse direito de posse. A partir desta visão que é desencadeado o uso da violência como forma de punição”, diz.

A especialista ainda cita o motivo das mulheres continuarem nos relacionamentos. Segundo ela, as vítimas não conseguem “se enxergar” por estarem fragilizadas psicologicamente.

“Ela tem falta de força para sair do ciclo abusivo e, por questões de sobrevivência, ela fica”, conta a psicóloga.

Após atender várias pacientes que foram vítimas de violência doméstica, Vastir cita a ineficiência da rede de proteção, já que as mulheres pensam primeiramente nos filhos e temem que algo aconteça com eles.

“Ela faz a denúncia, pede medida protetiva, tem assistência da patrulha da Maria da Penha, mas ela não fica 24 horas. Então, até a base chegar, a atrocidade já pode ter acontecido. Esta mulher também não tem para onde ir, pois os filhos não podem ficar em casas de amparo com as mães. Faltam políticas públicas realmente efetivas” diz.

A coordenadora do Núcleo de Defesa da Mulher da Defensoria Pública, Rosana Leite cita a Lei Maria da Penha como o melhor amparo para essas mulheres, já que ela possibilita o afastamento imediato do agressor.

“A finalidade é fazer com que elas confiem na Justiça e na efetividade da lei. O Núcleo de Defesa da Mulher tem a finalidade de tentar quebrar o ciclo da violência doméstica e familiar, tirando as mulheres dessa condição”, diz a defensora pública.

Segundo Rosana, o desafio é fazer com que o sistema judiciário cumpra de fato a totalidade a lei e que as mulheres acreditem na efetividade e nas denúncias.

“Elas não confiam na efetividade da lei e nem no sistema de Justiça. Então nós precisamos fazer com que essas mulheres confiem que o sistema está à disposição para vermos que realmente a lei foi capaz de mudar o contexto da sociedade, o paradigma social e a forma de ação do tratamento dessas mulheres, principalmente dentro do ambiente doméstico e familiar”, reflete.

De acordo com a Lei Maria da Penha, o agressor que descumprir a medida protetiva pode ser preso em um período de 3 meses a 2 anos, mas a defensora explica que, na prática, a prisão é a última etapa do sistema.

“Vivemos em um país que um dia de cadeia é muito grave e não ressocializa quem nunca foi socializado. Todavia, quando não há outra forma de salvar a vida das mulheres, a prisão acaba acontecendo. Existem delitos que acontecem e que a norma, de fato, determina a prisão, e, em outras situações, não. Mesmo não sendo preso, o agressor continuará a responder criminalmente e poderá ser condenado pelo crime cometido”, explica Rosana.

Sobre os agressores que não respeitam as decisões judiciais, a defensora diz que há a necessidade de um cuidado maior para garantir a vida e a integridade física das mulheres.

Agosto Lilás
A Lei Maria da Penha completa 16 anos no dia 7 deste mês e foi criada para dar assistência às mulheres vítimas de violência, seja ela física, sexual, psicológica, moral ou patrimonial.

Em virtude das estratégias desenvolvidas no cenário nacional, a campanha “Agosto Lilás” é anualmente realizada a fim de celebrar este marco jurídico por meio de ações para a conscientização, mobilização da sociedade e instituição de medidas para coibir todas as formas de violência contra a mulher, além de fomentar as denúncias de práticas ilegais.

 

Fonte: https://g1.globo.com/mt/mato-grosso/noticia/2022/08/02/agosto-lilas-falta-de-confianca-na-lei-impede-a-denuncia-da-mulher-contra-o-agressor-dizem-especialistas.ghtml

Leia Mais
29 jul
By: Blog SIAS 0

Vem aí o Censo 2022

A partir de 1º de agosto, o recenseador irá até o seu endereço para realizar o Censo. Vai ser simples. Faça a sua parte!
Os recenseadores estarão percorrendo os quatro cantos do país devidamente uniformizados. E será possível checar a identidade destes profissionais pelo site “Respondendo”, acessível pelo portal do #IBGE ou pelo telefone 0800-7218181.

Saiba mais em https://tinyurl.com/2p8kn49x.

 

Fonte: IBGE

Leia Mais
24 jun
By: Blog SIAS 0

Conheça os novos produtos disponíveis

A SIAS e o Grupo Mapma oferecem aos participantes, assistidos e familiares os melhores produtos com preços diferenciados. Conheça abaixo os novos produtos que estão disponíveis para adesão e esteja protegido no seu dia a dia e em momentos de lazer.

• Seguro Automóvel
• Seguro Bike
• Seguro Equipamentos Portáteis (celular, notebook, tablet, entre outros)
• Seguro Residencial
• Seguro Viagem

Além disso, disponibilizamos também o programa Saúde Total que oferece descontos de até 50% em vários estabelecimentos de qualidade de vida, como: clínicas de estética, salões de beleza, acupuntura, academias, lojas de produtos naturais, entre outros. O Saúde Total também possui parcerias com as melhores e maiores escolas de Inglês, Espanhol e outras línguas, como também faculdades e cursos profissionalizantes.

Para mais informações sobre os novos produtos e para solicitar uma cotação, acesse o link disponível no Espaço do Participante (www.sias.net.br).

Em caso de dúvidas, a Central de Atendimento da Mapma está à disposição nos canais abaixo:
Telefone: (21) 2216-4820
E-mail: faleconosco@mapma.com.br

Leia Mais
11 maio
By: Blog SIAS 0

Maio Amarelo 2022

Com o tema “Juntos Salvamos Vidas”, a campanha Maio Amarelo 2022, iniciada no domingo (01/05), visa a reduzir acidentes de trânsito e evitar mortes. A iniciativa tem a participação de órgãos governamentais e diversas organizações. A Polícia Rodoviária Federal iniciou as ações com campanhas educativas nas redes sociais e foco na educação para o trânsito, durante as fiscalizações nas rodovias federais de todo o Brasil.

A mobilização da PRF quer conscientizar o cidadão sobre a importância da segurança viária e alertar os motoristas que a responsabilidade ao volante é fator determinante para o número de acidentes, mortos e feridos nas rodovias federais. As estatísticas da instituição apontam que o alto índice de acidentes graves e fatais no Brasil tem como causa principal as falhas humanas.

A PRF vai mostrar ao cidadão que medidas simples e eficazes podem ser colocadas em prática para reduzir os acidentes, como utilizar passarelas e faixas de pedestres, respeitar a sinalização, realizar ultrapassagens seguras, não misturar álcool e direção, proteger os mais vulneráveis no trânsito e adotar regras de direção defensiva.

Os dados da PRF mostram que o número de acidentes tem se mantido constante no país nos últimos anos. Em 2020, foram registrados 63.578 acidentes nas rodovias federais, resultando em 71.511 pessoas feridas e 5.293 mortas. Em 2021, foram 64.518 acidentes, com 71.804 pessoas feridas e 5.393 mortas. No primeiro trimestre de 2022 ocorreram 14.976 acidentes nas rodovias federais do Brasil, o que corresponde a 23% do total do ano anterior. Esses acidentes resultaram em 17.115 pessoas feridas e 1.283 mortas. A expectativa é que a promoção de ações educativas intensivas, como as ocorridas durante o Maio Amarelo, contribuam para reduzir essas ocorrências.

A campanha Maio Amarelo tem o apoio institucional do Ministério da Infraestrutura, por meio da Secretaria Nacional de Trânsito (Senatran). O material da campanha está sendo divulgado nas redes sociais da Senatran alertando os motoristas para o uso do cinto de segurança, sugerindo aos caminhoneiros que façam paradas regulares e dirijam descansados e lembrando que os pedestres e ciclistas também têm direitos e deveres para tornar o trânsito cada vez mais seguro.

A Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) também aderiu à campanha junto aos órgãos do Sistema Nacional de Trânsito para colocar em pauta o tema segurança viária e mobilizar a sociedade. Ao longo do mês de maio, serão realizadas ações de fiscalização e educativas para conscientizar motoristas de ônibus, caminhoneiros, usuários de rodovias federais e passageiros do transporte rodoviário coletivo interestadual.

A mobilização

O Movimento Maio Amarelo é mundial e teve início em 2011, quando a Organização das Nações Unidas (ONU) decretou a Década de Ação para Segurança no Trânsito. A proposta é chamar a atenção da sociedade para o alto índice de mortes e feridos no trânsito em todo o mundo.

A campanha usa a cor amarela em referência ao sinal de advertência no semáforo, que simboliza a atenção necessária para a causa.

 

Fonte: https://www.gov.br/pt-br/noticias/justica-e-seguranca/2022/05/maio-amarelo-tem-acoes-de-conscientizacao-para-reduzir-acidentes-de-transito

Leia Mais
20 abr
By: Blog SIAS 0

Receita Federal prorroga o prazo para o IR

A Receita Federal publicou no Diário Oficial da União desta terça-feira, 5 de abril, a Instrução Normativa nº 2.077, que prorroga para 31 de maio de 2022 o prazo de entrega da Declaração de Ajuste Anual do Imposto sobre a Renda das Pessoas Físicas, da Declaração Final de Espólio e Declaração de Saída Definitiva do País.

O imposto a pagar apurado também teve seu vencimento adiado para o final do mês de maio, mas as restituições seguirão o cronograma anterior, sem alteração. As datas permitidas para a opção pelo débito automático passam a ser 10 de maio, para a primeira cota, e até 31 de maio para as demais, ou seja, para as declarações enviadas após o dia 10 de maio, o pagamento da primeira cota deverá ser realizado com DARF.

A prorrogação visa mitigar eventuais efeitos decorrentes da pandemia da Covid-19 que possam dificultar o preenchimento correto e envio das declarações, visto que alguns órgãos e empresas ainda não estão com seus serviços de atendimento totalmente normalizados.

Resumo
Declaração de Ajuste Anual (declaração normal): prazo até 31 de maio de 2022.

Declaração Final de Espólio (pessoa falecida): prazo até 31 de maio de 2022 e imposto pago até a mesma data, quando:

I – a decisão judicial da partilha, sobrepartilha ou adjudicação dos bens inventariados, ocorreu até 2021 e que tenha transitado em julgado até o último dia do mês de fevereiro de 2022;

II – a lavratura da escritura pública de inventário e partilha ocorreu em 2021; ou

III – o trânsito em julgado da decisão judicial da partilha, sobrepartilha ou adjudicação dos bens inventariados ocorreu entre 1º de março e 31 de dezembro de 2021.

Declaração de Saída Definitiva do País: prazo até 31 de maio de 2022 e imposto pago até a mesma data, quando a pessoa se retira do país:

I – permanentemente em 2021; ou

II – temporariamente e completou 12 meses consecutivos de ausência durante 2021.

Fonte: https://www.gov.br/receitafederal/pt-br/assuntos/noticias/2022/abril/receita-federal-prorroga-o-prazo-da-declaracao-do-imposto-de-renda

Leia Mais
01 abr
By: Blog SIAS 0

SIAS recebe Selo de Engajamento da Abrapp

Foi concedido à Sociedade Ibgeana de Assistência e Seguridade – SIAS o Selo de Engajamento Abrapp 2021, cujo programa tem o objetivo de incentivar o maior engajamento dos colaboradores e equipes para enfrentar os desafios impostos pelo cenário atual de mudanças aceleradas.

O Selo de Engajamento é um programa que nasceu neste ano por iniciativa do Comitê de Gestão de Pessoas da Associação Brasileira das Entidades Fechadas de Previdência Complementar – Abrapp e representa o reconhecimento aos esforços da SIAS em proporcionar um ambiente colaborativo e de cooperação mútua.

O Instituto Ibero Brasileiro de Relacionamento com o Cliente – IBRC, organização que participa do programa da ABRAPP ficou responsável pela análise e atribuição das notas e ainda pela elaboração do diagnóstico com o diagnóstico dos pontos fortes e dos pontos que as entidades participantes do programa, devem melhorar.

Certificado de Engajamento 2021

Leia Mais