PrevSIAS
Espaço do Participante
Contato

Arquivos: News

24 jun
By: Blog SIAS 0

Conheça os novos produtos disponíveis

A SIAS e o Grupo Mapma oferecem aos participantes, assistidos e familiares os melhores produtos com preços diferenciados. Conheça abaixo os novos produtos que estão disponíveis para adesão e esteja protegido no seu dia a dia e em momentos de lazer.

• Seguro Automóvel
• Seguro Bike
• Seguro Equipamentos Portáteis (celular, notebook, tablet, entre outros)
• Seguro Residencial
• Seguro Viagem

Além disso, disponibilizamos também o programa Saúde Total que oferece descontos de até 50% em vários estabelecimentos de qualidade de vida, como: clínicas de estética, salões de beleza, acupuntura, academias, lojas de produtos naturais, entre outros. O Saúde Total também possui parcerias com as melhores e maiores escolas de Inglês, Espanhol e outras línguas, como também faculdades e cursos profissionalizantes.

Para mais informações sobre os novos produtos e para solicitar uma cotação, acesse o link disponível no Espaço do Participante (www.sias.net.br).

Em caso de dúvidas, a Central de Atendimento da Mapma está à disposição nos canais abaixo:
Telefone: (21) 2216-4820
E-mail: faleconosco@mapma.com.br

Leia Mais
09 jun
By: Blog SIAS 0

Aplicativo de educação financeira para crianças

A educação financeira já faz parte do currículo das escolas, mas como tornar esse assunto interessante para as crianças? A resposta está nos jogos, em que elas aprendem a poupar através da brincadeira.
Um aplicativo criado por um startup de Maringá, no Paraná, ensina a criançada a cuidar do dinheiro. A ferramenta tem sido usada em escolas e ajuda a organizar os gastos, manter as despesas em dia e até a fazer um pé de meia.
Eduardo Schroeder criou esse aplicativo para ensinar as crianças a cuidar do dinheiro. O app usa a gamificação, também chamada de estratégia de jogos, para estimular os pequenos.
Os alunos de uma escola em São Paulo gostaram da novidade. Cada estudante cria seu bonequinho, o avatar, e passa a viver dentro de uma comunidade virtual, onde é preciso estudar para arrumar emprego, ter um bom salário e manter as contas em dia.
O app também incentiva os alunos a poupar e investir. Desde 2020, a Base Nacional Comum Curricular determina que a educação financeira seja abordada no ensino fundamental, um conteúdo importante para um país com quase 80% da população com algum tipo de dívida.
Schroeder cobra uma licença mensal de uso, que vai de R$ 80 a R$ 140 por aluno, dependendo do plano. O faturamento do aplicativo em 2021 foi de R$ 1,5 milhão – 98% da receita da empresa vem de contratos com escolas.

 

Veja a matéria completa em https://g1.globo.com/empreendedorismo/pegn/noticia/2022/05/22/aplicativo-usa-brincadeira-para-ensinar-educacao-financeira-para-criancas.ghtml

Leia Mais
09 jun
By: Blog SIAS 0

Formas de contratação de planos de saúde

Conheça os diferentes tipos de planos e suas principais características.

Individual ou Familiar

Você procura a operadora para contratar o plano.

Principais características do plano Individual ou Familiar:
Adesão: Livre
Carência: Sim
Cobertura: Conforme o contrato e o Rol de Procedimentos
Rescisão: Apenas em caso de fraude e/ou falta de pagamento
Cobrança: Diretamente ao consumidor pela operadora de planos de saúde.

Coletivo por Adesão

Sua associação profissional ou sindicato contrata o plano para você.

Principais características do plano Coletivo por Adesão:
Adesão: Exige vínculo com associação profissional ou sindicato
Carência: Sim. Salvo para quem ingressa no plano em até 30 dias da celebração do contrato ou no aniversário do mesmo
Cobertura: Conforme o contrato e o Rol de Procedimentos
Rescisão: Previsão em contrato e somente válida para o contrato como um todo
Cobrança: Diretamente ao consumidor pela Pessoa Jurídica contratante ou pela Administradora de Benefícios.

Coletivo Empresarial

Sua associação profissional ou sindicato contrata o plano para você.

Principais características do plano Coletivo Empresarial:
Adesão: Exige vínculo com pessoa jurídica por relação empregatícia ou estatuária
Carência: Sim. Salvo para contrato com 30 ou mais beneficiários e para quem ingressa no plano em até 30 dias da celebração do contrato ou da vinculação à empresa
Cobertura: Conforme o contrato e o Rol de Procedimentos
Rescisão: Previsão em contrato e somente válida para o contrato como um todo
Cobrança: Diretamente ao consumidor pela Pessoa Jurídica contratante ou pela Administradora de Benefícios.

Fonte: https://www.ans.gov.br/planos-de-saude-e-operadoras/contratacao-e-troca-de-plano/dicas-para-escolher-um-plano/formas-de-contratacao-de-planos-de-saude

 

Leia Mais
02 jun
By: Blog SIAS 0

Pesquisa Fenaprevi sobre aposentadoria

Mais da metade dos brasileiros gostaria de parar de trabalhar com 60 anos, mas só 28% acham que vão conseguir, diz pesquisa da Fenaprevi. 

Pesquisa da Federação Nacional de Previdência Privada e Vida – Fenaprevi, conduzida pelo Instituto Datafolha, fez a seguinte “provocação” aos entrevistados: em uma situação hipotética, caso vivessem até os 150 anos, como imaginam que poderiam se sustentar? Apenas 8% dos respondentes disseram acreditar ter dinheiro guardado suficiente para se manter todo esse tempo.

Agora, quando questionada sobre como se preparar para esse período longo de vida, a maior parte considerou a possibilidade de economizar e investir; um quarto dos entrevistados pensa em continuar trabalhando; já 7% afirmaram que viveriam normalmente, enquanto 14% não souberam responder quais ações ou decisões tomariam para enfrentar uma longevidade como essa.

O estudo, inédito, buscou avaliar a percepção dos brasileiros não só em relação à crise sanitária da Covid-19, mas também suas preocupações diante de riscos futuros e quais atitudes vêm tomando desde então para protegerem a si mesmos, à família e ao patrimônio. Foram ouvidas 2023 pessoas (com 18 anos ou mais) em todo o país, entre os dias 18 de novembro e 1° de dezembro de 2021. Cerca de 73% dos entrevistados são pessoas economicamente ativas (PEA); e 27% são não ativos, sendo, na maioria, aposentados (15%). A média de idade deles é de 44 anos e 69% têm filhos. Na amostra, 48% dos indivíduos pertencem à classe C. A margem de erro é de dois pontos percentuais.

Trabalhar até quando?
Os participantes também foram questionados sobre com qual idade gostariam de parar de trabalhar e quando, de fato, acham que conseguiriam. A resposta de 53% foi esperar parar de trabalhar aos 60 anos de idade, embora apenas 28% acreditem que irão conseguir alcançar essa meta. Entre eles, 17% não pretendem parar de trabalhar.

Outra pergunta foi como pretendem obter dinheiro para se sustentar quando não estiverem mais trabalhando. Três em cada dez entrevistados respondeu que pretende viver com a aposentadoria do INSS. Outros 22% planejam ter ou já possuem alguma reserva em dinheiro. Pensam em sobreviver com o valor pago pela previdência privada apenas 7% (porém, só 2% deles de fato têm algum plano de previdência).

A maioria dos que pretendem se sustentar somente com a aposentadoria do INSS não sabe qual valor irá receber: 64%. Entre os que afirmam saber o valor do benefício, 19% estimam que vão ganhar até R$ 1 mil. Outros 11% afirmaram que não terão como se sustentar.

Famílias devem ficar alertas
A pesquisa ainda mostrou que 35% dos respondentes dizem ser os únicos responsáveis pela manutenção da família, enquanto 57% dividem as despesas com outras pessoas.

Metade dos entrevistados avalia que se não pudesse mais contribuir financeiramente no lar por motivo de acidente ou falecimento, a família teria de cortar gastos, enquanto 20% confidenciaram não haver condições de se manter nessas circunstâncias — taxa que cresce à medida que diminui o poder econômico do entrevistado.

Quase a metade dos entrevistados entende que a família teria que pedir ajuda a outras pessoas, especialmente parentes, na falta do provedor. Somente para 29% seria possível continuar com o padrão de vida atual.

Para o presidente da Fenaprevi, Edson Franco, houve recentemente uma tomada de consciência acerca do planejamento da aposentadoria: “Nos últimos anos aumentou bastante o nível de conscientização das pessoas em relação à importância de se planejar e à necessidade de se ter um plano de aposentadoria. Isso é muito importante para que as pessoas mantenham, no longo prazo, um padrão razoável de renda”.

Entretanto, ele alerta que existe muita falta de conhecimento do povo brasileiro sobre o tema. “O acesso à informação é fundamental, como também a formação do jovem quanto à importância de conhecer instrumentos de proteção financeira”, destaca.

 

Fonte: https://fenaprevi.org.br/noticias/mais-da-metade-dos-brasileiros-gostaria-de-parar-de-trabalhar-com-60-anos-mas-so-28-acham-que-vao-conseguir-diz-pesquisa-da-fenaprevi.html

Leia Mais
02 jun
By: Blog SIAS 0

Junho laranja 2022

A campanha do mês de junho dirige-se à informação e prevenção sobre a saúde do sangue. Além de reservar um dia especialmente à importância da transfusão de sangue, o mês também traz em destaque duas das condições mais frequentes relacionadas ao sistema sanguíneo: a anemia e a leucemia. A anemia, apesar de muito frequente, ainda continua sendo um tema que traz muitas dúvidas à população. Já no caso da leucemia, ainda que menos frequente, também merece destaque por se tratar do principal câncer maligno da infância.

O QUE É ANEMIA?
A “anemia” não é uma doença, mas sim um sinal de que existe uma doença.

Muito embora a anemia seja popularmente conhecida como a falta de ferro no sangue, vale destacar que esta é somente uma das diversas condições que podem levar a um quadro anêmico. Por definição, a anemia é a redução dos níveis dos relativos aos glóbulos vermelhos presentes no sangue (hemoglobina, hematócrito e/ou massa eritrocitária). Esta condição pode estar relacionada a causas genéticas (hemoglobinopatias) ou a causas secundárias (exemplos: doença renal crônica, alterações no metabolismo do ferro, sangramentos, deficiência de vitaminas e muitas outras).

Os sinais e sintomas da anemia variam de acordo com a intensidade do comprometimento de cada paciente e da doença que está por trás de cada caso. Em geral, uma pessoa “anêmica” pode apresentar um conjunto de sintomas que refletem a baixa quantidade disponível de glóbulos vermelhos na circulação sanguínea, configurando a chamada síndrome anêmica: fadiga, falta de ar aos esforços e/ou em repouso, palpitações, claudicação, sonolência e confusão mental.

A resolução da anemia, quando feita a curto prazo, pode ser feita pela reposição de sulfato ferroso, de vitaminas e por meio da transfusão sanguínea, mas elas possuem indicações muito específicas e não podem ser generalizadas. É importante reforçar e destacar que a anemia é apenas um sinal de que existe uma doença e que, portanto, necessita de uma investigação da causa que resultou na anemia.

JÁ OUVIU FALAR EM LEUCEMIA?
A leucemia é o câncer mais frequente em crianças e um dos mais comuns no mundo, com uma estimativa de 10.180 novos casos no Brasil em 2020 (dados do Instituto Nacional de Câncer – INCA). Caracteriza-se como uma doença maligna dos glóbulos brancos, geralmente de origem exata desconhecida. Ela pode ser classificada em relação à velocidade de evolução (aguda ou crônica) e pelo tipo celular predominantemente afetado (linfoide ou mieloide).

SINAIS E SINTOMAS DAS LEUCEMIAS

O acúmulo de células defeituosas e o funcionamento inadequado da medula óssea podem levar a sintomas muito variados de acordo com o tipo e evolução da doença. Em geral, pode-se observar sintomas semelhantes à síndrome anêmica (fadiga, falta de ar aos esforços e/ou em repouso, palpitações, claudicação, sonolência e confusão mental), mas há um comprometimento mais evidente relativo à redução dos glóbulos brancos, levando a uma maior suscetibilidade a infecções frequentes, febre, gânglios linfáticos inchados (“ínguas”), perda de peso sem motivo aparente, desconforto abdominal (geralmente, pelo aumento do baço e fígado), dores nos ossos e nas articulações, entre outros.

PREVENÇÃO

Na maioria dos casos, não há um fator de risco que possa ser modificado e que, portanto, possa ser indicado como um fator prevenível. Os únicos fatores cientificamente comprovados que aumentam o risco de desenvolver a doença foram a exposição à radiação ionizante (em procedimentos médicos como radioterapia) e ao benzeno (substância encontrada na gasolina, na fumaça do cigarro e utilizado na fabricação de plásticos, lubrificantes, borrachas, tintas, detergentes, medicamentos e agrotóxicos).

DIAGNÓSTICO E TRATAMENTO

Por se tratar de um câncer, a detecção em sua fase inicial é fundamental para que haja uma maior chance de tratamento. No entanto, não há evidência científica que justifique a realização do rastreamento de leucemias na infância e, em geral, a investigação ocorre somente quando houver suspeita clínica. Em boa parte dos casos, ocorre na infância e o diagnóstico é iniciado com exames clínicos, laboratoriais ou radiológicos, de acordo com cada paciente.

Após a confirmação diagnóstica, diversas modalidades terapêuticas podem ser empregadas de acordo com os aspectos clínicos do paciente (idade, presença de outras doenças, capacidade de tolerar a terapia) e do subtipo da leucemia. O transplante de medula óssea não está indicado em todos os casos, mas pode ser necessário, bem como a quimioterapia, imunoterapia, entre outros.

 

Fonte: http://blog.saude.mg.gov.br/2021/06/07/junho-laranja/

Leia Mais
11 maio
By: Blog SIAS 0

Maio Amarelo 2022

Com o tema “Juntos Salvamos Vidas”, a campanha Maio Amarelo 2022, iniciada no domingo (01/05), visa a reduzir acidentes de trânsito e evitar mortes. A iniciativa tem a participação de órgãos governamentais e diversas organizações. A Polícia Rodoviária Federal iniciou as ações com campanhas educativas nas redes sociais e foco na educação para o trânsito, durante as fiscalizações nas rodovias federais de todo o Brasil.

A mobilização da PRF quer conscientizar o cidadão sobre a importância da segurança viária e alertar os motoristas que a responsabilidade ao volante é fator determinante para o número de acidentes, mortos e feridos nas rodovias federais. As estatísticas da instituição apontam que o alto índice de acidentes graves e fatais no Brasil tem como causa principal as falhas humanas.

A PRF vai mostrar ao cidadão que medidas simples e eficazes podem ser colocadas em prática para reduzir os acidentes, como utilizar passarelas e faixas de pedestres, respeitar a sinalização, realizar ultrapassagens seguras, não misturar álcool e direção, proteger os mais vulneráveis no trânsito e adotar regras de direção defensiva.

Os dados da PRF mostram que o número de acidentes tem se mantido constante no país nos últimos anos. Em 2020, foram registrados 63.578 acidentes nas rodovias federais, resultando em 71.511 pessoas feridas e 5.293 mortas. Em 2021, foram 64.518 acidentes, com 71.804 pessoas feridas e 5.393 mortas. No primeiro trimestre de 2022 ocorreram 14.976 acidentes nas rodovias federais do Brasil, o que corresponde a 23% do total do ano anterior. Esses acidentes resultaram em 17.115 pessoas feridas e 1.283 mortas. A expectativa é que a promoção de ações educativas intensivas, como as ocorridas durante o Maio Amarelo, contribuam para reduzir essas ocorrências.

A campanha Maio Amarelo tem o apoio institucional do Ministério da Infraestrutura, por meio da Secretaria Nacional de Trânsito (Senatran). O material da campanha está sendo divulgado nas redes sociais da Senatran alertando os motoristas para o uso do cinto de segurança, sugerindo aos caminhoneiros que façam paradas regulares e dirijam descansados e lembrando que os pedestres e ciclistas também têm direitos e deveres para tornar o trânsito cada vez mais seguro.

A Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) também aderiu à campanha junto aos órgãos do Sistema Nacional de Trânsito para colocar em pauta o tema segurança viária e mobilizar a sociedade. Ao longo do mês de maio, serão realizadas ações de fiscalização e educativas para conscientizar motoristas de ônibus, caminhoneiros, usuários de rodovias federais e passageiros do transporte rodoviário coletivo interestadual.

A mobilização

O Movimento Maio Amarelo é mundial e teve início em 2011, quando a Organização das Nações Unidas (ONU) decretou a Década de Ação para Segurança no Trânsito. A proposta é chamar a atenção da sociedade para o alto índice de mortes e feridos no trânsito em todo o mundo.

A campanha usa a cor amarela em referência ao sinal de advertência no semáforo, que simboliza a atenção necessária para a causa.

 

Fonte: https://www.gov.br/pt-br/noticias/justica-e-seguranca/2022/05/maio-amarelo-tem-acoes-de-conscientizacao-para-reduzir-acidentes-de-transito

Leia Mais
20 abr
By: Blog SIAS 0

Receita Federal prorroga o prazo para o IR

A Receita Federal publicou no Diário Oficial da União desta terça-feira, 5 de abril, a Instrução Normativa nº 2.077, que prorroga para 31 de maio de 2022 o prazo de entrega da Declaração de Ajuste Anual do Imposto sobre a Renda das Pessoas Físicas, da Declaração Final de Espólio e Declaração de Saída Definitiva do País.

O imposto a pagar apurado também teve seu vencimento adiado para o final do mês de maio, mas as restituições seguirão o cronograma anterior, sem alteração. As datas permitidas para a opção pelo débito automático passam a ser 10 de maio, para a primeira cota, e até 31 de maio para as demais, ou seja, para as declarações enviadas após o dia 10 de maio, o pagamento da primeira cota deverá ser realizado com DARF.

A prorrogação visa mitigar eventuais efeitos decorrentes da pandemia da Covid-19 que possam dificultar o preenchimento correto e envio das declarações, visto que alguns órgãos e empresas ainda não estão com seus serviços de atendimento totalmente normalizados.

Resumo
Declaração de Ajuste Anual (declaração normal): prazo até 31 de maio de 2022.

Declaração Final de Espólio (pessoa falecida): prazo até 31 de maio de 2022 e imposto pago até a mesma data, quando:

I – a decisão judicial da partilha, sobrepartilha ou adjudicação dos bens inventariados, ocorreu até 2021 e que tenha transitado em julgado até o último dia do mês de fevereiro de 2022;

II – a lavratura da escritura pública de inventário e partilha ocorreu em 2021; ou

III – o trânsito em julgado da decisão judicial da partilha, sobrepartilha ou adjudicação dos bens inventariados ocorreu entre 1º de março e 31 de dezembro de 2021.

Declaração de Saída Definitiva do País: prazo até 31 de maio de 2022 e imposto pago até a mesma data, quando a pessoa se retira do país:

I – permanentemente em 2021; ou

II – temporariamente e completou 12 meses consecutivos de ausência durante 2021.

Fonte: https://www.gov.br/receitafederal/pt-br/assuntos/noticias/2022/abril/receita-federal-prorroga-o-prazo-da-declaracao-do-imposto-de-renda

Leia Mais
20 abr
By: Blog SIAS 0

Abril Marrom 2022

O que é o Abril Marrom e qual a sua importância?

O Abril Marrom é uma campanha dedicada ao tema da cegueira. A iniciativa é fundamental, já que a maioria dos casos de cegueira é tratável quando diagnosticada precocemente. Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), de 60% a 80% dos casos de cegueira são evitáveis.

Entre as causas mais comuns de cegueira evitável no Brasil estão: a Catarata, o Glaucoma, os erros refrativos, a Retinopatia Diabética e a Degeneração Macular Relacionada à Idade (DMRI). Essas doenças atingem milhares de pessoas e podem ser tratadas quando diagnosticadas precocemente. A visita ao oftalmologista deve ocorrer desde a primeira infância e em todas as fases da vida é preciso monitorar a saúde dos olhos. Muitas dessas doenças são silenciosas, não apresentando sintomas nas fases iniciais, detectá-las precocemente previne a perda da visão.

#abrilmarrom #prevenção #cegueira #retina #retinabrasil #combateacegueira #visao

Descrição da imagem: imagem de fundo com tom bege. Está escrito: “Começou o Abril Marrom 2022” e há a logo do Abril Marrom em destaque. Há ainda #abrilmarrom e a logo da Retina Brasil

Fonte: https://retinabrasil.org.br/comeca-hoje-o-abril-marrom-2022/

Leia Mais
07 abr
By: Blog SIAS 0

Informativo Mapma – Dia Mundial da Atividade Física

Anualmente, o dia 06 de abril é marcado pelo Dia Mundial da Atividade Física. Essa data foi estabelecida pela Organização Mundial da Saúde (OMS) com o objetivo de incentivar a população a praticar alguma atividade física e alertar sobre os riscos do sedentarismo.

Nos últimos anos, devido ao impacto da pandemia do Coronavírus, o comportamento sedentário pode estar mais presente na vida das pessoas, especialmente pelas mudanças que o home office, as aulas remotas e o lazer em frente às telas trouxeram para o dia a dia.

Diante desse cenário, é importante retomar o hábito de praticar exercícios físicos pois trazem muitos benefícios para a saúde física e mental: ajuda na regulação do sono, melhora o condicionamento cardiovascular, auxilia na prevenção de uma série de doenças, ajuda na manutenção do peso e também é aliado no combate a problemas
como ansiedade e depressão.

Mas é essencial tomar alguns cuidados para uma retomada segura nas atividades físicas:

Inicie aos poucos: comece de forma gradual, assim, será mais fácil manter o hábito e reduzir o risco de lesões. Que tal começar com uma caminhada e ir aumentando o ritmo e a distância aos poucos? Associar exercícios aeróbicos a
exercícios de fortalecimento muscular também é uma boa estratégia.

Check up: fazer exames para saber como está sua saúde e identificar se existem condições que podem limitar os treinos, além de ter a orientação médica para determinados treinamentos, pode ser necessário.

Se aqueça antes de começar: o aquecimento é importante para preparar os grupos musculares que você vai exercitar durante o treino. Faça algumas repetições por cerca de 10 minutos para ajudar a prevenir lesões musculares e estiramentos.

Repouso: o descanso também é importante para restabelecer as condições físicas e musculares do corpo.

Fique atento aos cuidados pós Covid19: aqueles que tiveram a infecção por Covid19 e vão retomar as atividades físicas após a recuperação da doença, devem observar sintomas como cansaço desproporcional, dores e fadiga muscular acentuada, entre outros sinais. Nesses casos, procure um médico para investigação clínica.

Fontes:
https://bvsms.saude.gov.br/06-4-dia-mundial-da-atividade-fisica/
https://drauziovarella.uol.com.br/atividade-fisica/como-retomar-as-atividades-fisicas-de-forma-segura/
https://unafiscosaude.org.br/site/0604-dia-mundial-da-atividade-fisica/

Leia Mais
01 abr
By: Blog SIAS 0

SIAS recebe Selo de Engajamento da Abrapp

Foi concedido à Sociedade Ibgeana de Assistência e Seguridade – SIAS o Selo de Engajamento Abrapp 2021, cujo programa tem o objetivo de incentivar o maior engajamento dos colaboradores e equipes para enfrentar os desafios impostos pelo cenário atual de mudanças aceleradas.

O Selo de Engajamento é um programa que nasceu neste ano por iniciativa do Comitê de Gestão de Pessoas da Associação Brasileira das Entidades Fechadas de Previdência Complementar – Abrapp e representa o reconhecimento aos esforços da SIAS em proporcionar um ambiente colaborativo e de cooperação mútua.

O Instituto Ibero Brasileiro de Relacionamento com o Cliente – IBRC, organização que participa do programa da ABRAPP ficou responsável pela análise e atribuição das notas e ainda pela elaboração do diagnóstico com o diagnóstico dos pontos fortes e dos pontos que as entidades participantes do programa, devem melhorar.

Certificado de Engajamento 2021

Leia Mais